Conteúdos

RMD ANO 14 | Nº1

JANEIRO 2022

ENTREVISTA

Dr. André Moreira

TEMA

Cefaleia Primária do Exercício: Breve Revisão e Atuação em Cuidados de Saúde Primários

Dr. António Carvalho, Dr. Filipe Palavra, Dra. Rita Fernandes

Cefaleias associadas ao esforço e à atividade física correspondem a distúrbios primários ou secundários a doenças subjacentes, carecendo de anamnese e de exame neurológico cuidados por coincidirem características fisiopatológicas e clínicas nos dois grupos. Em cuidados de saúde primários este aspeto deve ser criterioso, pois a subvalorização das queixas, o atraso no diagnóstico ou a não referenciação atempada ao serviço de urgência perante uma causa secundária grave implicam risco de vida ou sequelas graves.

RESUMO E COMENTÁRIO

Health effects of voluntary exposure to cold water – a continuing subject of debate

Dr. Basil Ribeiro

RESUMO E COMENTÁRIO

Early Postinjury Screen Time and Concussion Recovery

Dr. Francisco Calisto, Dr. Nuno Matos Silva

What is the efficacy of aerobic exercise versus strength training in the treatment of migraine? A systematic review and network meta-analysis of clinical trials

Dr. João Miguel F. Santos, Dra. Marta Isabel Dias

TEMA

Biomecânica e Traumatologia do Stand-up Paddle

Dr. Gonçalo Modesto, Dr. Ricardo Dias, Dr. João Mendes, Dr. Emanuel Homem, Dr. Diogo Lino Moura

O stand-up paddle (SUP) surgiu como uma mistura dos desportos de surf e de remo, no
qual o praticante está em posição bípede, em equilíbrio sobre a prancha, o que altera a biomecânica da remada, em particular por ser necessário um arco de movimento menor para as articulações do ombro e cotovelo, comparativamente aos outros desportos de remo.

SPMD

Antidopagem 2023: As Decisões da Agência Mundial Antidopagem

Dr. Basil Ribeiro, Prof. Doutora Maria João Cascais

CASO CLÍNICO

Lesão de Lisfranc: Alta Suspeição para Evicção de Sequelas Catastróficas

Dr. Duarte Sousa, Dra. Catarina Souto, Dr. Tiago Carvalho, Prof. Doutor Hélder Pereira, Dr. José Muras Geada

A lesão de Lisfranc é frequentemente negligenciada, sendo necessário, em alguns casos, um alto índice de suspeição para o seu diagnóstico. Os autores apresentam três casos clínicos, nos quais se revela o amplo espectro de lesões que se podem incluir na denominação Lesão de Lisfranc.

TEMA

Coluna Degenerativa – Novas Evidências

Dra. Alexandra Isabel P. Coelho, Dra. Carla Hovenkamp, Dr. João Santos Faria, Prof. Doutor João Paulo Branco

Dada a importância da saúde, mas também do espírito de honestidade e igualdade fomentados na prática desportiva, torna-se relevante uma abordagem por parte dos médicos que permita tratar o desportista corretamente e, simultaneamente, que se cumpram as regras do espírito desportivo.

RESUMOS

SPAT – XV Congresso

Reinserção da raiz meniscal: porquê, quando e como?

Dr. João Pedro Oliveira

O que é melhor para os atletas: meniscectomia ou sutura?

Dr. Marcos Correia de Jesus

PUB

TEMA DA SEMANA

Adolescent Cardiorespiratory Fitness and Future Work Ability

PUB

PUB

19º CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA DESPORTIVA DA SPMD – 2022-2023

PUB

IOC FRAMEWORK ON FAIRNESS, INCLUSION AND NON-DISCRIMINATION ON THE BASIS OF GENDER IDENTITY AND SEX VARIATIONS

PUB

Conteúdos

RMD ANO 13 | Nº6

NOVEMBRO 2022

ENTREVISTA

Dr. Alexandre Rebelo Marques

TEMA

Rim do Desportista

Dr. Ricardo Miranda, Dr. Moisés Henriques

Atualmente é comum os especialistas em Medicina Desportiva lidarem com atletas com lesão renal. A hematúria é um dos primeiros sinais. A etiologia da lesão renal inclui o trauma renal e a hematúria induzida por exercício

TEMA

A declaração de Brighton

Dr. Basil Ribeiro

Em Brighton, Reino Unido, entre 5 e 8 de maio de 1994, reuniram-se políticos e outros especialistas, nacionais e internacionais, sobre a temática da participação da mulher no desporto, organizado pelo British Sports Council e apoiado pelo Comité Olímpico Internacional.

REPORTAGEM

XV Congresso da SPAT

Dr. Basil Ribeiro

Sintra é uma cidade bela que tem a fortuna de albergar o Centro Cultural Olga Cadaval. Tem uma história iniciada após o incêndio que destruiu o Cineteatro Carlos Manuel em 1985.

RESUMO E COMENTÁRIO

Head and Neck Injuries Associated with Cell Phone Use

Dra. Elisa Costa Moreira

Effects of sedentary behavior interventions on biomarkers of cardiometabolic risk in adults: systematic review with meta-analyses

Dr. Antony Fernandes Nogueira

TEMA

Medicina Desportiva no SNS

Dr. Paulo Pinheiro, Dr. Diogo Simões, Dr. Marco Botelho, Dr. Ricardo Miranda, Dr. Victor Coelho

A Medicina Desportiva é uma especialidade médica com um crescimento particular nos últimos anos. Apesar de reconhecida pela Ordem dos Médicos desde 1981, só em 2013 é que se iniciou a formação específica de acordo com um programa de internato médico definido.

TEMA

Que Intensidade e Duração para o Exercício do Jovem?

Dr. Basil Ribeiro

A prática regular de exercício físico é um fator de promoção de saúde e de prevenção de lesões, mas, apesar desta verdade inquestionável, as pessoas são cada vez mais fisicamente inativas com o evoluir da idade.

SPMD

6th International Consensus Conference on Concussion in Sport

Dra. Rita Tomás

CASO CLÍNICO

Rotura Aguda do Tendão Tricípite Braquial no Atleta: Lesão Rara e por Vezes Esquecida

Dr. Daniel Bernardino, Dr. Diogo Silva Gomes, Prof. Doutor. Marco Sarmento, Dr. Nuno Moura, Dr. António Cartucho

As roturas do tendão do tricípite braquial representam menos de 1% de todas as roturas tendinosas do membro superior. Apresentamos dois casos de atletas do sexo masculino, amadores, praticantes de crossfit e halterofilismo.

TEMA

Dopagem e a Patologia Respiratória Mais Frequente no Atleta

Dra. Rita Faria, Dr. Manuel Vaz, Dr. José Carlos Carneiro

Dada a importância da saúde, mas também do espírito de honestidade e igualdade fomentados na prática desportiva, torna-se relevante uma abordagem por parte dos médicos que permita tratar o desportista corretamente e, simultaneamente, que se cumpram as regras do espírito desportivo.

TEMA

Saúde Mental no Desporto de Alta Competição

Prof. Doutora Eluana Gomes, Ft. Renato Andrade, Prof. Doutora Cristina Valente, Prof. Doutor João Espregueira-Mendes

O impacto da doença mental no desempenho desportivo dos atletas de alta competição é cada vez mais reconhecido pela comunidade clínica e científica. As exigências do desporto de alta competição influenciam a saúde mental e aumentam o risco de doença mental.

PUB

TEMA DA SEMANA

Adolescent Cardiorespiratory Fitness and Future Work Ability

PUB

19º CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA DESPORTIVA DA SPMD – 2022-2023

PUB

IOC FRAMEWORK ON FAIRNESS, INCLUSION AND NON-DISCRIMINATION ON THE BASIS OF GENDER IDENTITY AND SEX VARIATIONS

PUB

Conteúdos

RMD ANO 13 | Nº5

SETEMBRO 2022

ENTREVISTA

Dr. Diogo Santos

COMENTÁRIO

Exercício físico nos atletas com miocardiopatia hipertrófica: uma luz ao fundo do túnel

Prof. Doutor Nuno Cardim

Hospital da Luz Lisboa; CorSport. Lisboa

“… o conceito atual é que não existe evidência científica que demonstre que todos os doentes com MH devam ser sistematicamente proibidos de participar em desportos competitivos para lá de desportos… o risco deve sempre ser discutido e assumido por ambas as partes (decisão partilhada), pois é inquestionável que mesmo atletas com MH com baixo risco de MS podem ser vítimas deste evento (é importante não esquecer que o risco de MS em doentes com MH é sempre maior que o da população sem doença, mesmo em grupos de baixo risco)… Por outro lado, palavras de bom senso e prudência em relação a esta liberalização são sempre necessárias e bem-vindas, não havendo, no estado atual do conhecimento evidência científica clara que permita definir com elevado grau de precisão o risco em todos os doentes.”

CASO CLÍNICO

BENEFÍCIOS DA TERAPÊUTICA COM BOMBA INFUSORA DE INSULINA NA CRIANÇA ATLETA COM DIABETES MELLITUS TIPO 1

Dr. Eduardo Oliveira, Dr. José Carlos Carneiro, Dr. Manuel Vaz

Physical activity and insulin therapy are the basis of treatment in diabetes mellitus (DM) type 1. Sports activity of the diabetic patients increases the risk of disglicemic events. A child, male gender, seven years old, football player, with personal record of type 1 DM came to medical office for pre-competition medical screening, two months after starting a continuous subcutaneous insulin infusion (CSII) technology, with analytical and clinical improvement. People with type 1 DM should maintain physical activity, so athletes, parents, coaches, and other sports agents should be educated on management of disglicemic events. Each athlete with DM should have a diabetes care plan for practices and games. CSII reduces the risk of disglicemic event, but do not remove it.

RESUMO E COMENTÁRIO

Portuguese Football Federation consensus statement 2020: nutrition and performance in football

Dr. Samuel Canelas, Dr. João Soares Torres

RESUMOS

XXXII Curso de Reabilitação e Traumatologia de Coimbra 2022

Prof. Doutor João Branco, Prof. Doutor João Páscoa Pinheiro, Dr. João Oliveira, Dr. António Araújo, Dr. Paulo Margalho, Dr. Henrique Jones, Dra. Joana Santos Costa, Dr. Pedro Figueiredo, Dr. Nuno Loureiro, Dr. Daniel Freitas

TEMA

Perfil Clínico e Hábitos Desportivos de Atletas Veteranos de Trail Running de Longas Distâncias: Importância do Exame-Médico Desportivo

Pedro Brito Lança, Dra. Inês Ricardo, Prof. Doutora Ana Abreu, Prof. Doutor Hélder Dores

Objectives: To characterize the sport practice of veteran middle long distance running athletes in Portugal; to assess the prevalence of cardiovascular (CV) risk factors; to know the assessment methodology and the clinical follow-up performed. Methods and Results: A questionnaire was designed and sent to athletes who have participated in events of the Portuguese Trail Running Association. Conclusion: The percentage of veteran middle-long distance running athletes with up-to-date SME and regular medical evaluations is far from ideal. It is important to alert to the importance of clinical assessment of extreme exercise athletes for its ability in early detection of exercise-induced pathological adaptations and CV diseases that may lead to serious clinical complications.

CONGRESSO

TEMA

Artroplastia Total do Joelho, Exercício e Desporto

Dra. Joana Pinheiro, Dra. Lurdes Rovisco Branquinho, Dr. João Faria, Prof. Doutor João Páscoa Pinheiro

Total knee arthroplasty (TKA) is an effective procedure to control pain and stimulate the functionality of the femorotibial knee. Several studies have shown that the need for a surgical intervention is increasing in young individuals. In this context, exercise prescription and sport practice promotion after TKA has a growing relevance, especially as a component that increases functionality and quality of life.

TEMA

A Patologia Medular e a Prática Desportiva. Paraplegia e Tetraplegia, as Especificidades

Dr. João Nuno Malta, Dr. Amílcar Cordeiro, Dr. António Araújo, Prof. Doutor João Pinheiro

The authors present the interest of exercise and sport on the promotion of health and functionality in subjects with spinal cord injury, namely paraplegia and quadriplegia. The benefits of sports practice are described, as well as the specificities identified in these populations. Some exercise prescription, identified as adequacy and safety, are also presented.

TEMA

Síndrome Facetária Lombar

Ft. Pedro Martins Farinha, Dr. Diogo Lino Moura

Low back pain originating from lumbar facet joints or zygapophyseal joints has been identified as a potential cause of low back pain. Facet osteoarthritis, a degenerative pathology, is the most common cause of facet pain, and its prevalence increases with age. Facet syndrome is a frequent diagnosis in rhythmic and acrobatic gymnastics athletes, surfing, bodyboarding, and yoga, due to its characteristic repetitive and / or maintained movements of hyperextension and rotation of the lumbar spine. The facet syndrome does not yet reach consensus from its diagnosis to the therapeutic strategies adopted, being still poorly understood, and probably underdiagnosed, which implies the need for further investigation.

COMENTÁRIO

LEITE: uma muito boa bebida para a hidratação após o exercício físico

PUB

TEMA DA SEMANA

Adolescent Cardiorespiratory Fitness and Future Work Ability

PUB

PUB

19º CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA DESPORTIVA DA SPMD – 2022-2023

PUB

IOC FRAMEWORK ON FAIRNESS, INCLUSION AND NON-DISCRIMINATION ON THE BASIS OF GENDER IDENTITY AND SEX VARIATIONS

PUB

Conteúdos

RMD ANO 13 | Nº4

JULHO 2022

RESUMOS E COMENTÁRIOS

Device-measured physical activity, adiposity, and mortality: a harmonized meta-analysis of eight prospective cohort studies

Dr. António Pais Neto1, Dr. Luís Oliveira2

1Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão; 2Centro de Reabilitação do Norte

The Goldilocks Zone for Exercise: Not Too Little, Not Too Much

Dr. Eugénio Gonçalves1, Dra. Cátia Brazete2

1Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia Espinho; 2 Unidade Local de Saúde do Alto Minho.

TEMA 1

A Natação como Terapêutica Coadjuvante da Asma em Idade Pediátrica

RESUMO

A Asma é a doença crónica mais prevalente em idade pediátrica e caracteriza-se por inflamação crónica das vias aéreas e limitação variável do fluxo expiratório. A prática regular de exercício físico é uma das estratégias não farmacológicas recomendada para esta doença.

TEMA 4

A Morte Súbita Cardíaca em Atletas e a Avaliação Médico-Desportiva Cardiovascular em Portugal

RESUMO

Introdução: A morte súbita cardíaca em atletas é um evento que todos queremos prevenir, pelo que é necessário perceber as principais causas e os melhores métodos de diagnóstico. Métodos: Pesquisa no Pubmed de artigos entre 2011 e 2021 e criação de um questionário respondido por responsáveis de clubes portugueses.

ENTREVISTA

AMADEU FRANCISCO

REFORMADO

“…Devem tentar fazer uma alimentação o mais correta e equilibrada possível. Variar na alimentação, não consumir álcool, não fumar, evitar aquilo que pode ser prejudicial à saúde. Tudo isto pode ser uma forma de viver melhor, não sei se com mais longevidade, mas pelo menos com mais qualidade. Quem não consegue ir ao ginásio deve tentar caminhar, manter o corpo em movimento. Muitas pessoas, principalmente na idade da reforma, param, deixam de se exercitar para se manterem vivas, preferem o sofá. Tornam-se sedentários. Outro concelho que deixo é que todos os dias definam objetivos, todos os dias há muito para criar e fazer. Nunca parar, a idade não pode ser um impedimento.”

REPORTAGEM

O Congresso anual do Colégio Americano de Medicina Desportiva

Dr. José Carlos Carneiro1, Dr. Manuel Vaz2

1Centro Hospitalar do Médio Ave; 2 Centro Hospitalar do Médio Ave, Centro Desportivo de Guimarães

“Decorreu entre 31 de Maio a 04 de Junho de 2022 no Centro de Convenções de San Diego, Califórnia (EUA), o American College of Sports Medicine (ACSM) 2022 Annual Meeting and World Congresses, um dos maiores congressos da área da medicina desportiva e das ciências do desporto e que abrange uma diversidade imensa de tópicos, desde a saúde populacional ao acompanhamento clínico do atleta de alta competição, assim como a ciência básica do exercício e a sua translação clínica…”

TEMA 2

Traumatologia Associada ao Uso das Trotinetas Elétricas

RESUMO

O uso de trotineta não é recente e foram os avanços na tecnologia eletrónica os principais impulsionadores das trotinetas elétricas como meio de transporte coletivo. No entanto, o ganho de mobilidade teve como consequência o aumento da sinistralidade que, aliado a outros comportamentos de risco, como alcoolismo e a condução ao telemóvel, transformaram as trotinetas num problema de saúde pública. Os acidentes de viação envolvendo veículos de duas rodas são tendencialmente mais graves.

RESUMOS

Curso de Cardiologia Desportiva

Notícias

Notícias

JAMA

SPMD

A Sociedade Portuguesa de Medicina Desportiva tem o prazer de anunciar o lançamento do curso: Medicina baseada em Exercício.

Dra. Beatriz Cardoso-Marinho

A Sociedade Portuguesa de Medicina Desportiva tem o prazer de anunciar o lançamento do curso: Medicina baseada em Exercício.

Dr. Alexandre Rebelo Marques

TEMA 3

A Refeição para o Jogo de Futebol às 14h00

RESUMO

A intensidade do jogo de futebol está associada a um elevado gasto energético (1106-1600kcal) onde a alimentação do jogador assume um papel preponderante. Neste contexto, assume particular importância a última refeição antes do jogo que deve ser realizada com 3 a 4 horas de antecedência.

TEMA 5

Lesões do Canto Póstero-Lateral do Joelho

RESUMO

As lesões do canto póstero-lateral do joelho são atualmente reconhecidas como um importante componente de instabilidade articular, ocorrendo mais frequentemente no contexto de lesões multiligamentares. O conhecimento da anatomia e da biomecânica das estruturas envolvidas é essencial, e o diagnóstico passa inicialmente pela história clínica e exame físico, sendo posteriormente complementado por exames complementares de imagem, como a radiografia e a ressonância magnética.

Notícias

PUB

TEMA DA SEMANA

Adolescent Cardiorespiratory Fitness and Future Work Ability

PUB

PUB

19º CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA DESPORTIVA DA SPMD – 2022-2023

PUB

IOC FRAMEWORK ON FAIRNESS, INCLUSION AND NON-DISCRIMINATION ON THE BASIS OF GENDER IDENTITY AND SEX VARIATIONS

PUB